Governo britânico e grupo Bharti ficam com a OneWeb


Um consórcio formado pelo governo do Reino Unido e o grupo indiano Bharti Global comprou por US$ 1 bilhão a operadora de satélites de baixa órbita OneWeb, que passa por recuperação judicial. O valor obtido permitirá capitalizar a empresa para dar continuidade a lançamentos e à ativação de sua constelação. A confirmação da aquisição, já esperada desde 25 de julho, foi divulgada hoje pela operadora.

O grupo indiano Bharti, dono da operadora Airtel, é hoje o terceiro maior conglomerado de telecomunicações, em quantidade de clientes, do mundo, como 425 milhões de usuários. Seu objetivo com a compra da Oneweb é levar conectividade a áreas de difícil acesso com outras tecnologias, no Sul asiático e na África Sub-Saariana.

PUBLICIDADE

A transação ainda precisa do aval da corte de justiça onde corre o processo de recuperação da OneWeb, nos Estados Unidos. A expectativa é que o contrato seja selado até o final deste ano. Até lá, o consórcio já vai trabalhar com a empresa para restabelecer prioridades, estratégia e novo modelo de negócio, além de retomar a agenda de lançamentos.

A OneWeb entrou em recuperação judicial (Chapter 11, pela legislação dos EUA) em março, depois que o fundo Softbank se recusou a realizar novo aporte de US$ 2 bilhões na empresa. A operadora de satélites lançou 74 satélites de órbita baixa até o momento, de um plano que prevê 650 artefatos.

A aquisição pelo governo britânico tem o papel de recolocar o Reino Unido na competição por tecnologias satelitais, uma vez que com o Brexit, perdeu o acesso ao sistema de navegação Galileu, desenvolvido na Europa e rival do americano GPS. Se fosse criar seu próprio sistema de localização, os ingleses teriam de investir mais de £ 5 bilhões, muito mais do que o aporte realizado para ficar com a Oneweb.

Anterior TIM Participações agrupa ações da TIM S.A.
Próximos Preço de celular sobe até 266% no primeiro trimestre e vendas caem