Governo argentino ameaça reestatizar tele


O governo argentino ameaça reestatizar a Telecom Argentina como forma de obrigar a saída da Telecom Itália do controle da operadora. O ministro do planejamento daquele país, Julio de Vido, confirmou que o Executivo vai recorrer da decisão da Justiça, que anulou temporariamente a ordem da Comissão Nacional de Defesa da Concorrência à Telecom Italia …

O governo argentino ameaça reestatizar a Telecom Argentina como forma de obrigar a saída da Telecom Itália do controle da operadora. O ministro do planejamento daquele país, Julio de Vido, confirmou que o Executivo vai recorrer da decisão da Justiça, que anulou temporariamente a ordem da Comissão Nacional de Defesa da Concorrência à Telecom Italia para que esta venda suas ações na filial argentina até 25 de agosto.

A Telecom e a Telefónica são as maiores operadoras de telefonia na Argentina desde a privatização do setor implementada pelo governo do ex-presidente Carlos Menem no início dos anos 90. A Telefónica está presente na holding Telco, que possui hoje 22,5% da Telecom Italia. Outros acionistas da Telco Incluem os bancos Mediobanca, Intesa Sanpaolo e Assicurazioni Generali.

De Vido afirmou que o objetivo da ação do Executivo é combater o monopólio no setor de telecomunicações surgido após a fusão internacional da espanhola Telefónica com a Telecom Italia. Segundo o ministro, o tema será discutido no Congresso. "Não hesitaremos em fazer tudo o que for preciso. Quando for necessário, interviremos", ameaçou.(Da redação, com agências internacionais)

PUBLICIDADE
Anterior Claro: minutos sem franquia para novos clientes.
Próximos Notificações de incidentes na Internet aumentaram 61% em 2009