Governo fará corte de R$ 44 bilhões no orçamento


O governo anunciou nesta quinta-feira (20) que o corte no Orçamento Geral da União de 2014 alcançará R$ 44 bilhões. Com a redução, o governo pretende atingir este ano um superávit primário de R$ 99 bilhões equivalente a 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB), correspondente a todo o setor público consolidado, buscando com isso manter os fundamentos da economia e a confiança dos investidores internacionais e do mercado interno.

No ano passado, o governo fez um corte no orçamento de R$ 38 bilhões em duas etapas. A primeira de R$ 28 bilhões e a segunda, para cobrir frustração de Estados e municípios de R$ 10 bilhões. Em 2012, esse contingenciamento chegou a R$ 55 bilhões.

Dos R$ 44 bilhões, R$ 13,5 bilhões são despesas obrigatórias e R$ 30,5 bilhões correspondem a despesas discricionárias. As previsões do governo foram feitas com base na manutenção dos seguintes parâmetros da economia brasileira: o superávit primário de 1,9% do PIB; inflação de 5,3% e dólar na faixa de R$ 2,44.

O governo faz uma estimativa de receita total de R$ 1,302 trilhão para o ano, uma queda de R$ 28,9 bilhões ante a lei orçamentária deste ano. Desse montante, R$ 176,8 bilhões correspondem a concessões, dividendos e royalties. Nesta conta entra o que for arrecadado com o leilão da faixa de 700 MHz.(Da redação, com Agência Brasil)

Anterior STF concede liminar contra cobrança adicional de ICMS em compras pela internet
Próximos Easy Taxi lança plataforma para atender mercado corporativo