Google restringe acesso ao campus para startups de São Paulo devido ao Covid-19


O Google decidiu suspender a partir de segunda-feira, 16, as atividades do Google for Startups Campus de São Paulo. O local, onde acontecem eventos voltados a empresas nascentes inovadoras e há ambientes para trabalho compartilhado (coworking) ficará fechado até segunda ordem.

A empresa informou que a medida é preventiva, e tem por objetivo prevenir que funcionários e visitares se exponham desnecessariamente a riscos de contágio do novo coronavírus, o Covid-19.

PUBLICIDADE

“Com base nas mais recentes atualizações de políticas do Google e em consideração à saúde e segurança pública em geral, decidimos fechar o Campus Café e suspender todos os eventos abertos ao público a partir da próxima segunda-feira, dia 16/3, até novo aviso”, diz a companhia em comunicado distribuído entre os frequentadores.

As startups residentes, que ocupam o espaço de forma permanente, enquanto passam por mentoria, poderão manter os trabalhos no local. Mas o Google sugeriu que os funcionários trabalhem de casa.

A recomendação, aliás, abarca todos os recursos humanos do Google na América Latina. Onde for possível, em todos os escritórios, a companhia abriu a possibilidade para que os funcionários façam home office. “Diante da evolução do coronavírus (COVID-19) na América Latina, estamos oferecendo aos nossos funcionários na região a opção de trabalhar de casa. É uma medida preventiva que prioriza a saúde e a segurança de nossos colaboradores”, informa a empresa.

Anterior NLT e UFPB fecham acordo para desenvolvimento de soluções em IoT
Próximos Lenovo tem nova Diretora de Marketing da América Latina