Google rebate: “nossos acordos são voluntários”


OGB-INSIDER-BLOGS-GoogleLogox2-Animated
O Google rebateu as acusações da Comissão Europeia, divulgadas hoje, de que aproveita ilegalmente seu domínio no mercado de telefonia móvel para obrigar fabricantes a embarcar suas ferramentas e aplicativos em smartphones e tablets.

Em post publicado no blog corporativo europeu, o executivo Kent Walker, vice presidente sênio do Google no continente, afirma que não força nenhum fabricante a embarcar seus apps. “Nossos contratos com parceiros são totalmente voluntários”, diz.

Ele ressalta que, na internet, a empresa mantém um site onde é possível baixar o Android, em código aberto, e sem nenhum aplicativo do Google instalado. “É possível baixa o sistema operacional completo, gratuitamente, modificá-lo, e construir um telefone. Companhias grandes como a Amazon fazem isso”, alfineta.

O executivo afirma que, aqueles fabricantes que assinam os acordos com a empresa topam participar de um programa de desenvolvimento do ecossistema. “Eles se comprometes a testar e certificar que seus aparelhos aceitarão os aplicativos Android. Sem isso, os apps não funcionariam em diferentes aparelhos”, alega.

Walker afirma que os fabricantes podem optar por embarcar os aplicativos Google em seus aparelhos. Defende-se ressaltando que muitos aparelhos já trazem, de fábrica, apps do Facebook, Microsoft e das operadoras. Lembra que o sistema permite, facilmente, o download de aplicações concorrentes, como Spotfy, WhatsApp, Instagram etc. “Mais de 50 bilhões de apps foram baixados para o Android”, conclui.

Anterior Portabilidade Numérica: Brasil faz mais de um milhão de trocas em três meses
Próximos MiniCom quer mais compromissos das teles e planos ilimitados de internet poderão ser apresentados