Google reage a ultimato da Comissão Europeia


O Google reagiu forte à dura manifestação do vice-presidente da Comissão Europeia, Joaquín Almunia, que acusou a empresa norte-americana de adotar práticas anticompetitivas, sugerindo que a empresa, em algumas semanas, apresentasse uma proposta concreta para corrigir quatro práticas de abuso de posição dominante.

 

Ontem, o chairman do site, Eric Schmidt, afirmou que discordava de que estavam violando qualquer legislação. “É preciso que nos monstrem qual área da legislação estamos violando, fornecendo dados precisos sobre problemas precisos”, afirmou o executivo.

 

As acusações da CE estão relacionadas com um possível favorecimento do Google a seus próprios produtos nos resultados de busca; a cópias de informações de outros sites, sem a devida permissão; e exclusão de seus rivais do mercado publicitário. (Financial Times).

Anterior Justiça decide que Android não quebrou patente Java e Google ganha disputa de bilhões de dólares
Próximos Agora Telecom anuncia novas gerências para seus canais de São Paulo