Google Fiber não atinge meta e deve demitir metade dos funcionários


fibra óptica ztt solverdeA empreitada no Google na oferta de serviços de telecomunicações dá sinais de desgaste. O Google Fiber estaria com resultados muito abaixo das metas estabelecidas quando foi criado: de juntar cinco milhões de assinantes em cinco anos. No entanto, no final de 2014, dados mais recentes conhecidos, tinha cerca de 200 mil assinantes apenas. O serviço começou a operar em 2012.

Diante do desempenho, o CEO do Google, Larry Page, teria ordenado a demissão de 500 funcionários, o que equivaleria à metade da força de trabalho do Google Fiber. A notícia foi revelada pelo site The Information. Page quer reduzir os custos de implantação e manutenção da infraestrutura de fibra que chega à casa dos usuários. Segundo o mesmo site, o objetivo é reduzir estes custos a um décimo do apurado hoje.

Até este ano, o Google Fiber apostava no uso da fibra óptica para entregar internet de até 1 Gbps a residências em sete cidades dos Estados Unidos. A empresa estaria, no entanto, revendo o modelo de negócios, para entregar a conectividade com a mesma taxa de velocidade por meio de rádio em 12 novas cidades. (Com agências internacionais)

Anterior Comissão Europeia quer Google pagando para exibir notícias em resultados
Próximos Amelia Alves é nova Ouvidora da Anatel