Google, Facebook e Amazon começam o ano pagando impostos, na França


As gigantes digitais vão entrar 2019 com a obrigação de pagar alguns milhões em impostos para o governo da França. A partir de 1º de janeiro começa a vigorar a cobrança de impostos sobre a venda de dados e de produtos através de marketplaces. Conforme estimativa do ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, o tributo deverá arrecadar € 500 milhões (cerca de R$ 2,2 bilhões ao câmbio atual) apenas no primeiro ano de vigência.

A cobrança, que teria início em março, foi antecipada em função do aumento dos gastos públicos no país. O presidente francês, Emanuel Macron, comprometeu-se com os manifestantes dos “coletes amarelos” a elevar o salário mínimo e reduzir impostos para aposentados de baixa renda. As medidas levaram o país e ultrapassar o limite de déficit público permitido pelos regulamentos da União Europeia, que agora terá de ser compensado.

Os próprios franceses tentavam convencer outros países-membros da União Europeia a aprovar uma regra geral até março de 2019. A proposta seria estabelecer um imposto de 3% sobre as receitas de empresas como Google, Amazon, Facebook, entre todos os integrantes do bloco. Mas a proposta enfrenta resistências e tende a ser rechaçada. (Com agências internacionais)

Anterior Sancionada Lei das Antenas em Porto Alegre
Próximos Anatel publica novos valores das chamadas fixo-móvel

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *