Google diz ao Procon que vai atualizar Android para a Huawei até 19 de agosto


O Procon-SP informou que recebeu respostas de empresas ao pedido de esclarecimentos quanto ao impacto da decisão dos Estados Unidos de banir a Huawei do mercado local. A medida obriga o Google a cortar laços com a fabricante chinesa em todo mundo.

Em resposta ao Procon, o Google afirmou que vai fornecer atualizações ao sistema Android dos aparelhos da Huawei até 19 de agosto. É nesta data que expira a licença temporária, de 90 dias, para que a chinesa faça negócios com companhias americanas.

A Huawei informou que continuará fornecendo atualizações de segurança e serviços de pós-venda para todos os seus produtos, cobrindo aqueles que já foram vendidos ou ainda estão em estoque.

Também notificadas, as empresas B2W, GPA, Magazine Luiza, Walmart, Vivo, TIM, Nextel e Oi afirmaram que a responsabilidade sobre as atualizações é de Huawei e Google. Afirmaram também que o cenário ainda se mostra confuso, segundo o Procon. Nenhuma garante o reembolso de valores ou alternativas de utilização dos serviços.

“A preocupação do Procon-SP é que os consumidores que adquiriram celulares Huawei tenham a expectativa frustrada de uso dos aplicativos Google. Ressalta-se que quando adquiriram o produto podem não ter sido informados de forma clara, prévia e adequada de eventual indisponibilidade de recursos operantes”, afirma o Procon. A fundação afirma que tomará providências caso verifique o consumidor teve algum tipo de prejuízo.

As empresas Fast Shop, Carrefour e Claro ainda não responderam a notificação.

Anterior Positivo lança híbrido de feature phone com smartphone
Próximos Operadoras iniciam eleição de conselho de usuários