Goldentree reduz participação na Oi


O fundo de investimentos GoldenTree reduziu a participação que detinha da operadora Oi. Conforme comunicado enviado à CVM, o acionista, que tinha 14,95% das ações ordinárias da companhia, agora detém 9,8%. Segundo o comunicado, a venda se deu a pedido de participantes do fundo de fora do Brasil.

O fundo ressalta que, embora tenha reduzido em um terço a quantidade de papeis que possuía da operadora brasileira, não há impacto na composição do controle ou da estrutura administrativa da Oi. Justamente hoje, 31, Rodrigo Abreu assumiu a posição de presidente da Oi, substituindo Eurico Teles. O Goldentree passou 2019 pressionando para que Teles deixasse o cargo, a fim de acelerar medidas como a venda de ativos e reforçar o caixa.

PUBLICIDADE

O Goldentree dá a entender que a redução não significa uma estratégia definitiva de atuação em relação à operadora. “Atualmente não existe qualquer percentual de participação que pretendemos comprar ou alienar e poderemos realizar aquisições ou alienações adicionais”, escreve.

Além do Goldentree, a Oi tem como principais acionistas o fundo York Global, dono de 9,8% das ações ordinárias, o fundo Brookfield, com 5,92%, a Pharol (Bratel), com 5,08%, e o Solus, com 3,47%. O 60,77% restantes das ações ON estão pulverizadas no mercado.

Anterior Anatel terá que avaliar 15 mil bens reversíveis em seis meses
Próximos Data Privacy Brasil lança o Observatório da Privacidade