GlobeNet fortalece ponto de troca de tráfego do NIC br em Fortaleza


 

Negócio fotografia desenhado por Onlyyouqj - Freepik.com
Negócio fotografia desenhado por Onlyyouqj – Freepik.com

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto (NIC.br) e a GlobeNet  implementam  novo ponto de interconexão central no Ponto de Troca de Tráfego Internet de Fortaleza (IXP). A Globenet será responsável por hospedar a mais importante infraestrutura da Internet nacional para o intercâmbio de tráfego na Região Norte e Nordeste do Brasil, fornecendo sua infraestrutura de datacenter em Fortaleza. Espera-se que esse IXP se torne o segundo ponto de interconexão mais importante do país, logo atrás do Ponto de Troca de Tráfego de São Paulo.

Considerando o número grande e crescente de provedores, o novo IXP de Fortaleza fortalecerá a distribuição de conteúdo local baseado na Internet. “Um país com proporções continentais como o Brasil não pode mais contar com somente um IXP para sua troca crítica de tráfego. Operadores de rede dispostos a trocar tráfego são convidados a também se conectarem em Fortaleza”, diz Milton Kaoru Kashiwakura, Diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br.

O NIC.br está implantando no mesmo local sua primeira infraestrutura de serviço completo fora de São Paulo. “A resolução dos nomes de domínio ‘.br’ e todas as operações realizadas anteriormente pelo NIC.br somente em São Paulo estará disponível também em Fortaleza. Esses recursos visam tornar essa localidade o polo para as operações do NIC.br no Norte/Nordeste no Brasil”, diz Frederico Neves, Diretor de Serviços e de Tecnologia do NIC.br.

O NIC.br escolheu a GlobeNet devido à forte e sólida infraestrutura estabelecida no Nordeste do Brasil, e também devido ao:

  • Maior nível de disponibilidade de serviços do centro de dados;
  • Sistema confiável de cabo submarino de fibra óptica de anel duplo que conecta a América do Norte e do Sul e
  • Neutralidade

“Estamos entusiasmados em anunciar um projeto como esse; beneficiará diretamente o número crescente de provedores de serviços na região”, afirma Eduardo Falzoni, CEO da GlobeNet.

(assessoria de imprensa).

Anterior Santos desliga TV analógica nesta quarta, 20
Próximos Vivo lança rede de fibra em Teresina