Global Crossing compra a Impsat


A Global Crossing Limited  anunciou hoje, 26 de outubro,  que vai adquirir a Impsat  por US$ 9.32 à vista por cada ação ordinária da Impsat, representando um valor de patrimônio total de cerca de US$ 95 milhões, e assumirá, refinanciará e/ou reembolsará a dívida líquida da Impsat, que era de aproximadamente US$ 241 milhões em …

A Global Crossing Limited  anunciou hoje, 26 de outubro,  que vai adquirir a
Impsat  por US$ 9.32 à vista por cada ação ordinária da Impsat, representando um valor de patrimônio total de cerca de US$ 95 milhões, e assumirá, refinanciará e/ou reembolsará
a dívida líquida da Impsat, que era de aproximadamente US$ 241
milhões em 30 de junho de 2006. O saldo de caixa da Impsat em 30 de
junho de 2006 era de US$ 23 milhões, resultando em um saldo de dívida
líquida de US$ 218 milhões naquela data. Espera-se que a transação
seja finalizada no primeiro trimestre de 2007.
 
    A aquisição da Impsat irá acelerar a estratégia da Global Crossing em
fornecer serviços convergentes em IP para empresas e operadoras em
todo o mundo, além de reforçar as finanças da empresa. A Impsat, uma
empresa latino-americana  adicionará mais de 4.500 clientes à carteira da Global Crossing em sete países da América Latina.

 Além disso, a ampla rede baseada em IP conectando as cidades, as 15 redes
metropolitanas e 15 hosting centers avançados da Impsat
proporcionarão uma maior variedade de serviços e de cobertura para as
operações da Global Crossing na região.

    A Global Crossing espera que a aquisição contribua com um faturamento
anual de mais de US$ 270 milhões, e renda um Ebitda (lucros antes dos
juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de mais de US$
70 milhões após a realização de todas as sinergias operacionais. As
economias operacionais anuais depois da integração deverão ser de
mais de US$ 10 milhões. A integração do negócio deverá ser completada
em um período de 12 a 18 meses após o fechamento da transação, a um
custo único de aproximadamente US$ 10 milhões.
 
    "A combinação dos clientes com foco em dados, a ampla rede
latino-americana e os recursos de soluções IP gerenciadas da Impsat,
aliados à capacidade já comprovada da Global Crossing em fornecer
serviços convergentes em IP em escala global, representa uma grande
vitória para os clientes das duas empresas," disse John Legere, CEO
da Global Crossing.
 
    A Global Crossing e a Impsat têm  relação comercial desde o
ano 2000, quando a Global Crossing selecionou a Impsat como um de
seus provedores principais de instalações de PoP (Point of Presence)
para a rede latino-americana da Global Crossing, chamada South
American Crossing. A Impsat também é cliente da Global Crossing na
América Latina desde 2000.

    No fechamento da aquisição, a Global Crossing espera utilizar cerca
de US$ 160 milhões de seu caixa atual para pagamentos de patrimônio
aos acionistas da Impsat, despesas com a transação e reembolso de
quantia limitada de algumas dívidas. Além disso, a Global Crossing
obteve um compromisso de empréstimo do Credit Suisse de até US$ 200
milhões para refinanciar a maior parte da dívida da Impsat que não
estiver sendo saldada no fechamento.

  A transação anunciada hoje está sujeita à aprovação dos acionistas da
Impsat, de alguns credores, aprovações regulatórias e outras
condições de fechamento. Em acordos separados, a Morgan Stanley & Co.,
um acionista significativo e credor da Impsat; a W.R. Huff Asset
Management Co., outro credor significativo concordaram em dar suporte à transação.
 
    O Blackstone Group está atuando como única consultoria financeira , e
a Latham and Watkins LLP e Jorge Ortiz y Asociados estão atuando como
consultores jurídicos da Global Crossing na transação.

(Assessoria de Imprensa)

Anterior Oi desliga mais aparelhos no trimestre
Próximos Telemar: o full billing terá resultado neutro a longo prazo.