Geração do milênio quer ver TV em dispositivos móveis


A TV continua sendo um dos meios de entretenimento mais apreciados pelos jovens, mas a maneira como eles interagem – ou gostariam de interagir – com o aparelho está mudando.  É o que mostra nova pesquisa realizada pela Motorola com 1,2 mil participantes entre 16 e 27 anos, da Franca, Alemanha, Espanha, Estados Unidos e …

A TV continua sendo um dos meios de entretenimento mais apreciados pelos jovens, mas a maneira como eles interagem – ou gostariam de interagir – com o aparelho está mudando.  É o que mostra nova pesquisa realizada pela Motorola com 1,2 mil participantes entre 16 e 27 anos, da Franca, Alemanha, Espanha, Estados Unidos e Reino Unido, sobre tendências do consumo de conteúdo multimídia para a geração do milênio, anunciada hoje. Recentemente, a companhia havia divulgado outro estudo sobre a relação dos jovens com dispositivos móveis.

A opção de transportar os programas de TV do decodificador residencial até um dispositivo móvel atraiu 81% dos jovens, o que, para a empresa, aponta para um grande interesse pela mobilidade multimídia. Já 62% estão interessados em assistir a versões móveis de 15 minutos dos programas de TV de 30 minutos, enquanto 61% se mostraram interessados na possibilidade de ver edições de três minutos de seus programas favoritos.

“A tecnologia é a essência dessa geração. Os jovens do novo milênio sentem que seu estilo de vida mudaria drasticamente se não tivessem acesso à internet”, comenta Joe Cozzolino, vice-presidente e gerente-geral da divisão de Home & Networks Mobility da Motorola para Europa, Oriente Médio e África. “Ao compreender as necessidades e os desejos dessa geração, a Motorola é capaz de desenvolver e personalizar soluções que proporcionem uma completa experiência multimídia para os consumidores atuais e futuros”, constata ele. (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior STJ determina forma de cálculo do valor patrimonial das ações da BrT
Próximos Embratel vai lançar serviço para PME em rede WiMAX