Gemalto amplia fábrica no Paraná


A Gemalto, empresa constituída sob as leis holandesas, inaugurou, nesta sexta-feira (7), a ampliação de sua planta em Pinhais (PR), de fabricação de produtos de tecnologia de segurança digital, como chip de celular, inclusive 4G, sistema de NFC, cartões bancários e de identificação com chip e sistemas M2M. O CEO da companhia, Olivier Piou, afirmou que o foco é proteger as comunicações digitais.

O investimento, da ordem de R$ 30 milhões, dará mais agilidade à Gemalto para atender as demandas das empresas instaladas no Brasil, além de exportar para países do Mercosul, como Chile, Argentina, Uruguai e Paraguai. E ainda para a África, Índia e Bali. “A tecnologia desenvolvida em Pinhais é tão boa que a usamos em outros lugares”, disse Piou.

A nova fábrica da Gemalto ocupa área de 27 mil m2 e foi projetada para atender às boas práticas de sustentabilidade e economia ambiental, ao mesmo tempo em que cumpre os  requisitos para a fabricação industrial segura de alta tecnologia. A unidade ainda inclui um sistema de redução efluentes que recolhe, processa e purifica adequadamente todos os resíduos gerados nas suas instalações.

A Gemalto está presente em quase 200 países e, entre seus funcionários, 8% são brasileiros, o quarto país em número de profissionais a atuar no grupo. Além do Paraná, onde está há 10 anos, a empresa dispõe também de fábrica em Barueri, baseada em soluções bancárias, e ainda três centros de pesquisas.

Um projeto de interesse da Gemalto é o uso do celular para bancarização da população carente. Segundo Piou, a empresa tem iniciativas nesse sentido no México e na Tailândia, com o programa de microcrédito. “Nós estamos preparados para desenvolver sistemas específicos para o programa brasileiro”, disse.

 

* A jornalista viajou à convite da Gemalto.

Anterior Venda de smartphone supera a de celular básico pela primeira vez no trimestre
Próximos Claro lança serviço de cupons promocionais