GDF e Minicom fazem parceria para transformar Brasília em cidade wi-fi


O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, esteve nesta quarta-feira (23) com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, para iniciar uma parceria com o objetivo de transformar Brasília na primeira cidade digital das Américas. A ideia é usar os ativos de redes já existentes dos dois governos, interligar os órgãos públicos e permitir que o cidadão comum use a internet wi-fi nas praças.

A parceria inclui os Ministérios da Ciência e Tecnologia, Educação e Saúde, além da Telebrás. “O objetivo é democratizar o acesso à internet na capital federal, iniciando pelo aumento da capacidade da rede destinada as escolas”, disse Queiroz. A expectativa do governador é de que o acesso à internet esteja avançado em dois anos. Ele adiantou que o GDF já conta com R$ 27 milhões dos recursos destinados ao Distrito Federal no orçamento da união para a banda larga.

O presidente da Telebrás, Rogério Santanna, que participou da reunião, disse que o ministro Paulo Bernardo pediu para ousar no projeto. Ele salientou que coordenará a integração das redes existentes, a infovia de Brasília do governo federal, do qual a estatal tem quatro fibras ópticas, as fibras da Ceb (Companhia Energética de Brasília) e a rede de saúde do GDF. Será ainda necessária a construção de novas infovias para ligar as cidades satélites.

“Com base no levantamento dos ativos vamos construir um projeto que possa permitir que Brasília possa ser uma cidade wi-fi”, disse Santanna. A Telebrás ficará encarregada da abordagem técnica da interligação das redes, equipamentos, enquanto o Minicom ficará responsável por reunir os órgãos do governo federal que podem potencializar o projeto. No GDF, o projeto será tocado pela Secretaria de Governo.

Anterior Brasil atinge 205,7 milhões de celulares ativos em janeiro
Próximos Clubes vão negociar direito de transmissão dos jogos diretamente com empresas