Gartner prevê desaceleração das vendas de smartphones no mundo, em 2014


A venda combinada de dispositivos eletrônicos deve chegar a 2,5 bilhões de unidades em 2014, alta de 7,6% em relação ao verificado em 2013, de acordo com levantamento do Gartner divulgado nesta terça-feira (7). A firma de pesquisa, porém, espera uma diminuição no ritmo de de vendas de smartphones, com projeção de apenas 4% em 2014, com as maiores oportunidades nos segmentos básicos e médios. Para 2015, a perspectiva é de um crescimento nos embarques de aparelhos celulares de apenas 3,7%.

O mercado de tablets crescerá 47% em 2014, segundo o Gartner, puxado pela queda de preços médios. Em 2015, a projeção de expansão é de 23,2%.

Já o mercado de PCs deve retrair 7% este ano, em relação a 2013, e 3,4% em 2015, em relação ao ano anterior. No entanto, uma pesquisa do Gartner indica a propensão dos consumidores a privilegiarem a compra de ultrabooks quando da substituição de PCs. Menos de 8% dos usuários pesquisados pelo Gartner pretendiam substituir o PC por um tablet, enquanto no caso de ultrabooks esse porcentual é quase o dobro.

Entre os sistemas operacionais, este ano o Android deve chegar à marca de 1,1 bilhão de usuários ativos no mundo, avanço de 26% em relação a 2013. A expectativa é de que até 2017, cerca de 75% dos dispositivos Android do mundo estarão em países em mercados emergentes.

O avanço relativo do Android será, no entanto, menor do que o do sistema iOS tanto em 2014 quanto em 2015, aponta o Gartner. Enqunato o número de dispositivos com o primeiro crescerá 20,3% e 12,1%, respectivamente, os aparelhos com iOS no mundo avançarão 22,5% e 13,35%, em 2014 e 2015, respectivamente. No caso do Windows Phone, o crescimento porcentual será de 8,8% e 14,8%. 

Confira a projeção por sistema operacional (em milhares de unidades) 

Sistema operacional 2012 2013 2014 2015
Android 503.69 877.885 1.102.572 1.254.367
Windows 346.272 327.956 359.855 422.726
iOS/Mac OS 213.69 266.769 344.206 397.234
RIM 34.581 24.019 15.416 10.597
(fonte: Gartner)

(Da redação)

Anterior Por segurança, Unisys prevê uso maior de criptografia e biometria em 2014
Próximos Anatel atualiza cartilha sobre direitos dos usuários