Galaxy Note 10, da Samsung, terá 5G


A Samsung anunciou hoje, 7, a nova geração da sua linha de phablets, o Galaxy Note 10. O aparelho passa a ter duas opções de tamanho: uma com tela de 6,3 polegadas, outra com tela de 6,8 polegadas. A bateria difere com as dimensões. O menor traz uma com 3,5 mil mAh. O maior, de 4,3 mil mAh.

Mas a grande novidade fica por conta da existência de opções com e sem 5G, algo que não havia na versão 9. E não apenas traz modem compatível com frequências baixas e médias, como ele pode se conectar também a redes de ondas milimétricas (acima de 24,5 GHz) – neste caso, apenas o modelo com tela de 6,8″, batizado de Galaxy Note 10+ 5G.

A empresa diz que ainda não tem previsão para lançamento no Brasil, nem dos preços. Lá fora, o valor varia de US$ 950 (R$ 3,9 mil) para o modelo mais simples, a US$ 1,4 mil (R$ 5,8 mil) para o modelo mais caro (Note 10+ 5G).

O display do aparelho, em ambos os casos, usa tecnologias AMOLED, com a certificação HDR10+ e Dynamic Tone Mapping (Mapeamento Dinâmico de Tom). Ambos os modelos têm câmera traseira tripla com sensores ultra wide de 16 MP, principal de 12 MP com estabilização óptica, e de telefoto também com 12 MP e estabilização. O Note 10+ possui ainda uma câmera VGA que funciona como sensor de profundidade. A câmera frontal é de 10 MP.

Os dois aparelhos usam processador Exynos de oito núcleos, 64 bits e feito em processo de 7 nanômetros, com clock que varia de 2,7GHz + 2,4 GHz + 1,9 GHz a 2,8 GHz +2,4 GHz + 1,7 GHz. A memória RAM vai de 8 GB a 12 GB. E o armazenamento pode ser de 256 GB ou 512 GB. O sistema operacional é o Android 9.0 Pie.

Anterior iPhone tem donwload mais rápido nas redes móveis brasileiras
Próximos Viasat traz conexão de 25 Mbps para o produtor rural brasileiro