Futurecom terá maratona criativa neste fim de semana


A 20ª edição do Futurecom iniciará neste fim de semana (29/09) o Challenge PcD Almaroma, juntamente com a Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP), maratona criativa (Design Jump), projetada com a missão de encontrar soluções para diminuir as barreiras para a participação das pessoas com deficiência na sociedade. A partir do mote “Como podemos aumentar a participação das pessoas com deficiência no mercado de trabalho e na sociedade?”, a ideia é pensar melhores formas de aplicar novas tecnologias às Bicicletas-Café da Almaroma, criadas para promover a inclusão. O desafio poderá contemplar iniciativas para monitorar as atividades e os processos de venda e estoque, bem como analisar os dados de melhores pontos de venda durante suas jornadas de trabalho.

Projeto Almaroma no Futurecom

O projeto foi criado há pouco mais de um ano e atua na contribuição para a formação de jovens, acima de 18 anos, com deficiências. O projeto também está alinhado com a agenda de 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Instituição. A Almaroma está comprometida com quatro desses objetivos: erradicação da pobreza, educação de qualidade, trabalho e gente e crescimento econômico e redução de desigualdades.

Entre o público-alvo, contemplam-se estudantes de ensino superior das áreas de saúde, engenharia, administração, economia, direito, gastronomia e tecnologia; familiares de pessoas com PcD; profissionais de saúde; empresas de tecnologia inclusivas; pessoas interessadas no tema. Os times deverão ser compostos por pelo menos um profissional de saúde, um familiar de pessoas com deficiência e um profissional de tecnologia e demais interessados. As equipes formadas terão mentoria de profissionais com expertise em PcD, tecnologia emergentes, impacto social, inovação e empreendedorismo. As vagas serão limitadas a 40 participantes, para formação de times de três a cinco pessoas.

As três melhores entregas serão premiadas e apresentadas durante o Futurecom 2018, sendo contemplados os três primeiros colocados (1º, 2º e 3º lugares). Os critérios de avaliação serão coerência com os desafios propostos, aplicabilidade/ solução factível, grau de inovação, grau de impacto social e replicabilidade. A banca avaliadora será formada por um representante da Informa Exhibitions, por um familiar de PcD, por um profissional de saúde e representantes de algumas entidades. (assessoria de imprensa)

Anterior CSC adia para outubro decisão sobre taxação do VoD
Próximos Anatel cria comitê destinado às prestadoras de pequeno porte