Fusões e aquisições podem acelerar banda larga na Europa


Fusões e quisições no mercado de telecomunicações europeu poderiam ajudar a ampliar a cobertura de banda larga no continente, afirmou a vice-presidente da Comissão Européia para Agenda Digital, Neelie Kroes, em palestra no Reuters Technology and Media Summit, conforme divulgado nesta terça-feira (12) pelo site do Broadband World Forum.

Segundo Neelie, a Europa precisa voltar a dirigir o movimento em direção à sociedade digital e que fusões e aquisiões seriam um caminho de alcançar este objetivo. A consolidação para além das fronteiras européias pode resultar em empresas com maior capacidade de investimento em redes móveis e de banda larga, o que permitira a Europa reduzir a distância tecnológica que a separa de outras regiões como a Ásia, afirmou Neelie.

O plano da portavoz é que a cobertura de banda larga rápida esteja acessível a todos os europeus em 2020, com metade das residências usufruindo de conexões ultra rápidas. Essas conexões são essenciais para o uso da computação em núvem.

Anterior Para Zenteno, da Claro, modem 4G será acessível para todas as classes
Próximos Level 3 é novo provedor regional do Bancaribe Curacao Bank