Furukawa Electric vai investir US$ 150 milhões para ampliar produção mundial de fibra


abstrata 05Para suportar a demanda do crescimento das redes ópticas, a Furukawa Electric anunciou hoje, no Japão, que vai investir US$ 150 milhões no período de 2018/2020 em novas plantas de fibras ópticas de nova geração. Boa parte dos investimentos será carreada para a unidade a ser construída em Norcross, na Georgia, nos Estados Unidos

Segundo Foad Shaikhzadeh, presidente da Furukawa Latam e vice-presidente da Furukawa Corp., o objetivo desse investimento é preparar a empresa para atender a demanda futura das redes 5G, que pela sua topologia vão demandar mais fibra, e das aplicações de vídeo e de IoT. Nas novas plantas, da unidade OFS, vão ser fabricadas as fibras de nova geração, como a rollable ribbon, que permite colocar 3.500 fibras em um único cabo de dimensões reduzidas; a NZD, uma fibra oceânica que vem sendo aplicada no ambiente terrestre em cabo de 144 fibras com diâmetro 35% menor; ou ainda a OM5, uma fibra multimodo para ambiente interno, que permite fazer quatro transmissões em uma única fibra (comum na fibra monomodo, mas não na multimodo).

Investimentos no Brasil

Entre 2016 e 2017, a Furukawa vai investir na América Latina US$ 25 milhões em todas as suas atividades:  fibras, cabos, equipamentos e soluções. Só na expansão da planta de fibra de Sorocaba, no Brasil foram US$ 5 milhões. Na Argentina e na Colômbia, a empresa de unidades de fabricação apenas de cabo.

De acordo com Hélio Durigan, vice-presidente de Engenharia da Furukawa Latam, o nível de ocupação das plantas da empresa na região, apesar das dificuldades econômicas, é de 70% a 80%.

Anterior Alerta de desastre natural por SMS será ampliado para todo o país
Próximos Brasil concentra 34% dos acessos móveis da América Latina