Furukawa considera um avanço a inclusão de redes para data center no REPNBL-Redes


A Furokawa considera um avanço na visão de telecomunicações do governo federal a inclusão de redes para data center na desoneração para construção de infraestrutura de telecomunicações para banda larga, do regime de tributação especial do PNBL para implantação de redes de telecomunicações (REPNBL-redes).

“O data center é o coração da rede. O governo foi sensível a isso e incluiu as redes para os centros de dados no pacote de desonerações”, afirmou Foad Shaikhzadeh, presidente da Furukawa Brasil, lembrando que cada vez mais os data centers utilizam cabos ópticos.

Segundo ele, a Furukawa do Brasil está inclusive trabalhando no desenvolvimento local de cabos ópticos para data centers. O foco vai além das redes para serviços de banda larga e inclui também redes internas.

Recentemente, a companhia japonesa ganhou contratos com a Caixa Econômica Federal e Serpro. Atualmente, existem 150 projetos de contrução de redes para data center em andamento na subsidiária brasileira, de todos os tamanhos. “Este é certamente um dos nossos mercados objetivos de crescimento”, declarou Shaikhzadeh ao TeleSíntese.

Anterior Debate sobre investimentos em redes não está atrelado ao fim do regime público da telefonia, diz Bernardo.
Próximos Concessionárias divulgam metas de universalizaão da telefonia fixa