O fundo de investimentos Elliott Management vai também propor um plano alternativo de recuperação da concessionária de telecomunicações Oi. Segundo o jornal Valor Econômico, a proposta estaria quase finalizada, depois de ter sido refeita com novos dados financeiros da companhia.

O Elliott já havia se aproximado da empresa com uma proposta de aportar R$ 10 bilhões em outubro, mas as negociações não andaram. Os motivos não foram revelados publicamente pela Oi, na época, que se limitou a dizer que faltou a materialização de uma “proposta firme”. Desde então, segundo o Valor Econômico, o fundo vem contactando executivos da Oi, representantes do governo e da Anatel.

No Brasil, o fundo abutre já investe em telecomunicações. É dono de 2,7% da TIM, fatia esta adquirida em setembro. No plano para a Oi, seria preciso três a cinco anos para concluir uma reestruturação da tele.