Fundo dedicado a IA da Qualcomm investe em empresa brasileira


Por : Pixabay

A empresa brasileira especializada em soluções digitais de validação de identidade idwall acaba de levantar R$40 milhões em sua terceira rodada de investimentos, liderada pela Qualcomm Ventures e seguida por nomes como ONEVC, Canary, Monashees e Grupo Globo. O investimento da Qualcomm vem de seu novo Fundo de Inteligência Artificial, e é o primeiro aporte em uma companhia da América Latina.

A expectativa da Qualcomm é que a tecnologia de identificação da idwall seja incorporada aos chipsets fabricados pelo grupo norte-americano. “Estamos ansiosos para colaborar de forma que eles possam aproveitar as plataformas móveis da Qualcomm, com processamento de IA no dispositivo, para tornar suas soluções mais rápidas e eficientes”, afirma Alexandre  Vilela, diretor sênior da Qualcomm Technologies.

Em três anos de existência, a idwall já acumulou mais de R$ 50 milhões em rodadas que contaram também com Fundação Estudar e Mercado Livre.

PUBLICIDADE

Lincoln Ando, CEO da startup, afirma que o plano é continuar aplicando os investimentos na expansão da idwall, que pretende abrir 200 vagas em 2020. Hoje a empresa tem “centenas”, diz, entre os quais, Loggi, Movida, Banco Original, Sicredi e Neon.

A idwall é uma “regtech”, nova categoria de startups dedicadas ao desenvolvimento de soluções de identificação digital baseada em inteligência artificial. Estudo da Juniper Research calcula que os gastos com plataformas de RegTech devem exceder os US$115 bilhões até 2023. O segmento vem se desenvolvendo com o avanço da regulação em torno da privacidade de proteção de dados pessoais, em todo o mundo. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Câmara aprova com folga o Acordo de Alcântara
Próximos Novo caminhão Mercedes-Benz sairá de fábrica com SIM card da Vivo