Fundo britânico compra participação na Oi


(Crédito: Shutterstock Isak55)
(Crédito: Shutterstock Isak55)

O CQS, um dos principais fundos europeus, sediado em Londres, adquiriu na última semana participação relevante na operadora brasileira Oi. Com a compra, passou a deter 5,17% dos papeis preferenciais e 1,26% das ações ordinárias. Segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), apesar da aquisição, o novo acionista não pretende mexer no controle ou na estrutura administrava da tele “no presente momento”.

Um dos grandes fundos hedge europeus, o CQS existe desde 1999 e ganhou fama por ter realizado apostas contra os pacotes subprime comercializados pelos bancos norte-americanos durante a crise financeira mundial iniciada em 2008. O fundo pertence ao bilionário Michael Hintze, que fez carreira em bancos como Goldman Sachs e Salomon Brothers, e tem braços de investimento na Ásia, Estados Unidos, Europa e Oceania.

Anterior Igor de Freitas nomeado presidente substituto da Anatel
Próximos Abert repudia ação contra jornalistas em manifestações de domingo

1 Comment

  1. Correia Neto
    5 de setembro de 2016

    Se esse fundo colocou dinheiro na Oi é porque os papéis estão muito baratos e com expectativa de grande valorização no médio ou longo prazos. Devem ter informações e previsões que a maioria do mercado ainda não tem. A pequena valorização das ações da Oi nos últimos meses ainda é muito pouco diante da desvalorização brutal desde 2014.