Foxconn pode representar US$ 4 bilhões por ano na balança comercial, diz Pimentel


O ministro Fernando Pimentel, do Ministério do Desenvolvimento, Industria e Comércio Exterior (MDIC) afirmou nesta segunda-feira (2), que a chegada da Foxconn ao Bradsil pode representar um ganho de aproximadamente R$ 4 bilhões na balança comercial, em entrevista concedida após a divulgação dos números da balança comercial brasileira nos primeiros quatro meses do ano. Conforme o ministro, as negociações com a empresa estão adiantadas e “o principal já está resolvido”. Assim, o Brasil passaria a produzir parte dos aparelhos da Apple que atualmente são feitos na China.

“Se vierem eles vão resolver um grande problema da nossa balança comercial, que é a importação de telas para computadores e celulares que não são produzidas aqui e representam quase R$ 4 bilhões de dólares na nossa balança comercial por ano”, diz Pimentel. Segundo o ministro, esse é o principal item de exportação chinês e é um dos produtos mais importados pelo Brasil. O ministro disse ainda que a implantação efetiva da empresa no país deve acontecer entre dois e quatro anos e que o investimento previsto de 12 bilhões de dólares deve ocorrer.O ministro disse ainda que o projeto que discute a isenção de tributos para tablets está em estudo em parceria com o Ministério das Comunicações. “Mas vai acontecer, ainda não sabemos quando, mas vamos levar os computadores para dentro das escolas. 

Balança comercial

O governo anunciou a revisão para cima da meta de exportação para 2011, de US$ 228 bilhões no ano para US$ 245 bilhões. O ministro disse ainda que é preciso melhorar a qualidade dos produtos exportados e que ainda neste mês serão anunciadas medidas tributárias, fiscais e de financiamento para incentivar a exportação de produtos industrializados. Segundo dados da balança comercial, o mês de abril de 2011 fechou com saldo comercial positivo de US$ 1,863 bilhão e valor médio diário de US$ 98,1 milhões. O superávit do período é 32,6% maior que o de março deste ano e está 52,8% acima do registrado em abril do ano passado, na comparação pela média diária. As exportações totalizaram US$ 20,173 bilhões em abril. O resultado é 15,6% maior que o verificado no mês de março e 40,1% maior que o de abril de 2010.

As importações de abril, na comparação pelo resultado médio diário, aumentaram 14,1% em relação a março de 2011 e 38,9% considerando abril do ano passado. De janeiro a abril, o superávit foi de US$ 5,032 bilhões e a média por dia útil, de US$ 62,1 milhões. O saldo comercial é 132,3% maior que o do mesmo período de 2010.

Anterior Furukawa amplia leque de aplicações com fibra e foca em data center
Próximos Banda larga móvel e fixa chegará a apenas 25% dos brasileiros em 2015, prevê consultoria