Finep oferece R$ 80 milhões para projetos de telecom


A Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) do Ministério da Ciência e Tecnologia oferece mais de R$ 80 milhões em recursos não-reembolsáveis para projetos focados em telecomunicações, em duas chamadas que receberão propostas até o dia 25 de outubro. A primeira soma recursos de R$ 79,9 milhões, originários do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das …

A Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) do Ministério da Ciência e Tecnologia oferece mais de R$ 80 milhões em recursos não-reembolsáveis para projetos focados em telecomunicações, em duas chamadas que receberão propostas até o dia 25 de outubro. A primeira soma recursos de R$ 79,9 milhões, originários do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Comunicações – FUNTTEL, sendo R$ 27,3 milhões para o exercício de 2007, R$ 29,3 milhões para 2008 e R$ 23,3  milhões para o exercício de 2009. O objetivo é custear o desenvolvimento de invoações em seis áreas prioritárias: sistemas de comunicações sem fio em banda larga (WiMAX, TV Digital, Rádio digital); plataformas de serviços baseados no protocolo IP; plataformas para a produção e difusão de conteúdos digitais; sistemas de comunicações óticas; softwares para telecomunicações; e tecnologias de identificação por rádiofreqüência.

A segunda chamada tem valor de R$ 620 mil, e tem o objetivo de selecionar projetos visando especificar requisitos técnicos e funcionais para desenvolvimento de uma plataforma de produção, edição e distribuição de conteúdos digitais interativos a ser utilizada em aplicações de educação a distância, que permita a interoperabilidade do conteúdo em ambientes WEB e televisão digital terrestre.

odem participar instituições científicas ou tecnológicas, públicas ou privadas sem fins lucrativos, mas destas somente as que possuirem mais de três anos de existência. As propostas apresentadas deverão ter contar com: cooperação de instituição científica e tecnológica com empresas brasileiras de qualquer porte, além de partcipação técnica da empresa no desenvolvimento do projeto. Para participar as empresas deverão apresentar histórico da parceria da empresa em projetos de pesquisa e desenvolvimento, plano financeiro e de marketing, descrição da empresa, projetos e produtos oferecidos. (Da Redação)

Anterior Claro adiciona 1,7 milhão de clientes no terceiro trimestre
Próximos WiMAX ganha na UIT e vira padrão móvel 3G