Finep divulga resultado preliminar de projetos inovadores que receberão subvenção


A Finep divulgou o resultado parcial da seleção pública de projetos para receberem subvenção econômica, como parte do programa TI Maior. Ao todo, foram escolhidos 13 produtos que receberão até R$ 60 milhões. Mas que ainda podem ser motivos de recursos apresentados até o dia 21 deste mês.

As propostas selecionadas foram as seguintes: Encapsulamento e Teste de Semicondutores para Dispositivos Móveis no Brasil, da HT Micron Semicondutores; Segurança de Dispositivos Móveis para Defesa Cibernética, da Embraer; Desenvolvimento de Dispositivos e sistemas embarcados para saúde, MEDNEO Comércio e Serviços de Informática; Plataforma Vida, da Requisito Tecnologia; Pipa – Plataforma de Integração Pública de Aplicações, da Sales Soluções de Integração; e Sistema Embarcado de Gestão de Energia – SEGE, da Embrasul Indústria Eletrônica.

Foram também pré-selecionados ClaWWW – Sistema integrado para detecção e automação do tratamento e resolução de fraudes e conteúdo indevido na Internet, da ISO Expert Internacional; MOVIAS – Sistema eletrônico para controle de jornada de trabalho (Lei 12.619 de 30/04/2012 – Lei do Descanso de Motoristas), destinado à segurança do transporte rodoviário de cargas, passageiros e escolares, composto por console veicular e softwares, da Quanta Tecnologia Eletrônica Indústria e Comércio; e SAFETREK – Dispositivo de inteligência embarcada para controle da jornada de trabalho de motorista e gestão preditiva da frota, da Cielo Indústria Mecatrônica.

E ainda: cloud4mobile – Plataforma para Desenvolvimento e Gerenciamento de Aplicações móveis como Serviço na Nuvem (Paas), da Mobiletec Sistemas de Computação Móvel; Plataforma de Soluções de Negócios Integrados na Nuvem, da Benner Tecnologia e Sistemas de Saúde; Simulador Brasileiro para avaliações Cibernéticas – SimBC, da Minds at Work Sistemas e Projetos; e Plataforma de computação em nuvem para testes de segurança de aplicativos web como serviço, da ARS Assessoria e Consultoria Empresarial.

Todos os projetos são inovadores e envolvem significativo risco tecnológico, associados à clara oportunidade de mercado, na área de Tecnologias da Informação e Comunicação, nas áreas de Computação em Nuvem; Petróleo, Gás e Mineração; Defesa Cibernética; Componentes, Dispositivos Semicondutores e Eletrônicos; e Aeroespacial. O edital foi lançado em março. O valor solicitado à FINEP/FNDCT na proposta enquadra-se entre o mínimo de R$ 700 mil e o máximo de R$ 10 milhões.

Após essa primeira etapa, os projetos passarão pela Avaliação de Mérito, que avaliará, entre outras coisas, a abrangência e efetividade na solução dos problemas definidos no tema definido e os graus de inovação e de risco, e, por fim, pela Análise Conclusiva, que avaliará questões relativas a aspectos econômicos e financeiros. O resultado final está previsto para 1º de novembro.

Anterior Europa universalliza banda larga básica, mas 50% da população não sabe usar o computador
Próximos Scopus avança em mobile token com versão na nuvem