Filho de Slim anuncia investimentos de R$ 33 bi em 3 anos e critica proposta de edital 5G


Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, recebe o empresário Carlos Slim Domit, e comitiva da Claro / Foto: Agência Senado

Em visita a Brasília, Carlos Slim Domit, filho do dono da America Móvil, o bilionário mexicano Carlos Slim, se encontrou com os presidentes da República, da Câmara e do Senado, nesta quarta-feira, 20. Ao presidente Jair Bolsonaro, o empresário apresentou um plano de investimentos de até R$ 33 bilhões para os próximos três anos no país, sem incluir os gastos com o leilão da 5G, previsto para o segundo semestre de 2020 e a compra da Nextel, por R$ 3,5 bilhões, que ainda aguarda a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Domit aproveitou para reclamar da proposta de edital do leilão por ser “um pouco complexo” e “muito confuso” que deve ter consulta pública votada na próxima reunião do Conselho Deliberativo da Anatel, dia 12 de dezembro. Ele criticou o modelo em estudo, que propõe a oferta de blocos de 10 Mhz, limite muito restrito, alėm de estimular a compra no escuro, ao contrário do ocorria nos leilões anteriores da Anatel.

5G e Huawei

Bolsonaro  disse ao executivo que a modelagem vai atender ao binômio entre melhores recursos técnicos e preço baixo na oferta do serviço 5G no país. Agradeceu ao empresário por acreditar no Brasil e disse que o país não terá uma segunda chance. Ele ainda disse considerar o projeto do grupo muito importante para a retomada da economia.

PUBLICIDADE

A respeito da participação da gigante chinesa Huawei na montagem da infraestrutura do 5G, os visitantes afirmaram que trabalharam com todos os fornecedores, numa referência ao lobby feito pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contra a participação da empresa nos leilões da nova tecnologia. Não houve menção à inserção do leilão no Programa de Parceiras e Investimentos (PPI) para assegurar que não haja vetos no edital, como afirmou ao Tele.Síntese o secretário executivo do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Júlio Semeghini.

Com o presidente da Câmara, o executivo mexicano falou sobre a reforma tributária e recebeu do deputado a garantia de que os investidores nacionais e estrangeiros poderão contar com mais segurança jurídica após a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 45/19, que simplifica e unifica impostos. Maia voltou a dizer que a reforma deve ser aprovada até o primeiro semestre do ano que vem.

O encontro com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, aconteceu na residência oficial do senador. Domit estava acompanhado do presidente da Claro, José Félix, além do diretor jurídico, Oscar Peterson, e do vice-presidente de Relações Institucionais, Fábio Andrade, que integra o Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional.

O empresário ainda se encontrou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o líder do governo no Senado, senador Fernando Bezerra, e o presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais. Com esse último, o empresário agradeceu a transparência como agência reguladoras. (Com agências)

 

Anterior Economia propõe mudanças ao PPB de bens de informática
Próximos Avança no Senado PL que permite acumular saldo de franquia dos serviços de telecom