Figueiredo vai convocar teles por mais qualidade no celular


O novo ministro das Comunicações, André Figueiredo, vai convocar as operadoras de celular para buscar alternativas para melhorar a qualidade da telefonia celular. “Não existe um grau de satisfação dos consumidores de telefonia celular. Vamos juntar as teles para e ver que medidas tomar, em um curto espaço de tempo, para que o cidadão brasileiro possa ser melhor atendido na telefonia celular”, disse, hoje, o ministro em sua primeira coletiva à imprensa, logo após a transmissão de cargo. Ele acha que o plano de banda larga vai ter números mais expressivos em 2016, o que é uma forma de falar em adiamento do programa.

Em uma disputada cerimônia de transmissão de cargo (com muitos correligionários de seu estado, o Ceará, e uma grande bancada de parlamentares, mas com a ausência dos Gomes), o novo ministro das Comunicações, André Figueiredo, anunciou também que pretende ampliar a banda larga para o interior do país, regiões Norte e Nordeste.

“A presidenta nos colocou como uma das prioridades ampliar o Plano Nacional de Banda Larga. Evidentemente temos a compreensão do momento difícil que estamos passando neste ano de 2015, mas o próprio ministro Berzoini já deixou muito claro que a presidenta está solícita a este programa, que é uma das prioridades do governo dela”, afirmou.

Segundo o ministro, entre os recursos que estarão disponíveis para este programa, estão o dinheiro das multas das operadoras de telecomunicações, que estão sendo negociadas pela Anatel e sendo transformadas em novos investimentos através dos TACs (Termos de Ajustamento de Conduta) e emendas parlamentares.

Figueiredo pretende fazer ainda estimativas de custos de cidades digitais para que os parlamentares possam apresentar emendas ao orçamento contemplando as suas cidades e o Ministério das Comunicações.

Acostumado a “tirar leite das pedras”, o ministro disse que, embora entenda o papel dos ministros da área econômica do governo, não se pode aceitar que investimentos sociais deixem de ser feitos para se atingir metas de superávit fiscal.

 

 

 

 

Anterior Setor eletroeletrônico prevê fechamento de 10% dos postos de trabalho em 2015
Próximos Ministro admite adiamento do cronograma de TV digital