Figueiredo anuncia dia 15 como será o desligamento da TV em Rio Verde


O ministro das Comunicações, André Figueiredo, estará na cidade goiana de Rio Verde no próximo dia 15 de dezembro, terça-feira. E lá, informam fontes próximas ao ministro, ele irá anunciar como se dará o desligamento da TV analógica na cidade.

Hoje, 12, o Gired ( grupo que conduz a transição da TV analógica para a digital) não conseguiu, mais uma vez, fechar um acordo sobre o tema. As divergências entre as operadoras de celular e os radiodifusores parecem ser agora intransponíveis, e tudo leva a crer que o governo terá que arbitrar a questão.

E tudo gira em torno sobre o que deve ser levado em consideração para que uma residência possa ter os sinais de TV analógicos desligados.

Os radiodifusores não abrem mão da definição que está na portaria do Ministério das Comunicações, que diz que 93% dos aparelhos analógicos terrestres têm que ser digitalizados. E os operadoras de celular afirmam que, com esse critério, nunca haverá a digitalização.

Isto porque, argumentam, as pessoas que têm em suas casas uma TV analógica e uma TV paga não vão se mexer para comprar um conversor, pois não ficarão sem o sinal. Mesmo assim, pelas regras atuais, essas casas continuariam impedindo o desligamento.

Os radiodifusores, por sua vez, alegam que se não forem considerados  apenas aqueles que têm a TV terrestre, deixarão de assistir à TV centenas de telespectadores das classes C, D e E que simplesmente não podem comprar o conversor.

Embora o Gired informe oficialmente que hoje não foi apresentada a última pesquisa, fontes que participam da reunião confirmaram que ela apontou que, a depender dos critérios usados, entre 77% a 91% dos lares de Rio Verde já estariam aptos a receber o sinal digital.  E isso adianta para que?

O ministro responderá na próxima terça. O mais provável é que ele mande ampliar as intervenções nas telas das TVs para se certificar quem será de fato afetado com o desligamento dos sinais.

 

Anterior Abreu diz que não vale critério "inatingível" para o desligamento da TV analógica
Próximos TCU manda Anatel abrir a lista de bens reversíveis e dizer quanto já foi vendido