O primeiro quadrimestre de 2018 foi positivo para a Fibracem, empresa nacional do setor de telecomunicações. A indústria paranaense especializada no segmento de comunicação óptica fechou os primeiros quatro meses do ano com um crescimento de 59,6% no seu faturamento, de R$ 25,8 milhões. No mesmo período do ano anterior, registrou R$ 16,2 milhões.

O crescimento da Fibracem coloca a empresa bem acima do desempenho da média nacional. De acordo com a pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) o crescimento do faturamento industrial neste mesmo quadrimestre foi de 6,9% em comparação com o mesmo período de 2017.

“Acreditamos que novidades em produtos, melhoria de processos internos visando maior produtividade, atualização de maquinários e política de preços e de posicionamento no mercado contribuíram para esse crescimento”, comenta a diretora de marketing da Fibracem, Carina Bitencourt.

O resultado positivo teve forte relação com a produção da indústria. No acumulado de janeiro a abril, a empresa colocou 102.847 caixas de emenda, um dos seus principais produtos, no mercado de telecomunicações, e quase oito milhões de metros de cabos ópticos.

Como reflexo do bom momento vivido pela Fibracem, a empresa cresceu também 20% em número de profissionais qualificados, de 170 para 220.

Segundo Carina, a Fibracem investiu em um novo modelo de distribuição. A partir desse segundo semestre, a cidade de São Paulo ganhará o primeiro Centro de Distribuição da empresa, de onde sairão os produtos desenvolvidos pela Fibracem, destinados a todo o estado. “A previsão é que sejam distribuídos mais de 500 mil metros de cabos ópticos e mais de 16 mil conjuntos de emendas por mês.” (Com Assessoria de Imprensa)