Félix defende a desregulação como bandeira do setor para o próximo governo


O presidente da Claro Brasil, José Félix, apresentou hoje, 17, duas reivindicações e uma sugestão ao futuro governo federal, que será eleito no próximo dia 30 de outubro. Para ele, o fundamental é que o haja uma desregulamentação das telecomunicações para que o setor possa ampliar a oferta de serviços à sociedade. Também sugere que, em uma eventual reforma tributária,  os impostos sobre telecomunicações sejam revistos.

Quanto à sugestão, ele acha que o Brasil pode cortar etapas, se enxergar as telecomunicações como uma indústria que pode ser disruptiva, e fazer avançar diferentes setores produtivos. “Precisamos sair do estágio em que estamos. Se continuarmos a pensar em evoluir um pouquinho de cada vez, não conseguiremos nem em 200 anos alcançar os países europeus ou os Estados Unidos”, vaticinou.

 

 

Anterior 5G chegará mais tarde e timidamente no Brasil, alertam presidentes das teles
Próximos Cloud é área estratégica para a Huawei