Fazenda descarta adiamento do leilão da faixa de 700 MHz e conta com R$ 8 bi


Segundo o secretário do Tesouro Nacional, os R$ 8 bilhões estão incluídos na estimativa de arrecadação de R$ 13,4 bilhões com concessões em 2014. Estou contando com os recursos do 4G para este ano”, acrescentou Augustin.

Previsto para setembro, o leilão da faixa 700 MHz para a tecnologia 4G deverá reforçar os cofres federais em pelo menos R$ 8 bilhões, disse o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, nesta quarta-feira (30).  Apesar de pedidos de algumas operadoras de telefonia e de emissoras de rádio e televisão para adiar a concorrência, o secretário informou que o governo não trabalha com nenhuma mudança de data. “Não está no nosso cenário o adiamento do leilão”, disse o secretário.

Segundo ele, os R$ 8 bilhões estão incluídos na estimativa de arrecadação de R$ 13,4 bilhões com concessões em 2014. Augustin disse que espera contar com o sinal do leilão 4G ainda no segundo semestre. “Não alteramos, nem para cima, nem para baixo, nossa estimativa para o leilão de 4G. Estou contando com os recursos do 4G para este ano”, acrescentou.

Apesar de algumas empresas de telefonia considerarem alto o valor da primeira parcela do leilão, o secretário do Tesouro vê a estimativa compatível com os últimos leilões do setor. “Na maioria dos leilões é assim. Os vencedores desembolsam a maior parte da parcela na assinatura do contrato e depois parcelam o resto em vários anos”, explicou. Ele disse que a quantia final pode até superar a estimativa, dependendo do resultado do leilão.(Com Agência Brasil)

Anterior Nokia Networks compra a divisão sem fio da Panasonic
Próximos Blue Coat expande operação no Brasil