Faltou quórum no seminário sobre pulso-minuto em BSB


A falta de participantes fez com que o seminário sobre o processo de conversão das tarifas de telefonia de pulso para minuto, realizado hoje, 25, pela Anatel, em Brasília, terminasse mais cedo. Segundo a assessoria de imprensa da agência, programado para durar das 9h30 às 17 horas, o encontro foi encerrado no início da tarde. …

A falta de participantes fez com que o seminário sobre o processo de conversão das tarifas de telefonia de pulso para minuto, realizado hoje, 25, pela Anatel, em Brasília, terminasse mais cedo. Segundo a assessoria de imprensa da agência, programado para durar das 9h30 às 17 horas, o encontro foi encerrado no início da tarde.

Cerca de 10 pessoas compareceram. A maioria representantes de operadoras e de órgãos do governo. A grande ausência foi dos órgãos de defesa do consumidor. Haverá outro seminário em São Paulo no dia 1º de junho. O objetivo dos seminários é discutir a metodologia adotada pela Anatel para fazer a conversão, que foi duramente criticada pelos órgãos de defesa do consumidor.

O Conselho Consultivo da Anatel irá solicitar ao Conselho Diretor da agência que abra um processo administrativo para apurar os fatos ocorridos na audiência pública realizada em São Paulo, no dia 11 de maio, para discutir também a conversão pulso-minuto.Durante a audiência, houve desentendimentos entre o superintende interino de Serviços Públicos, Gilberto Alves, e o gerente geral de Competição, José Gonçalves Neto, com representantes dos órgãos de defesa do consumidor. “Queremos saber o que ocorreu de fato, se houve abuso de poder”, disse Luiz Fernando Liñares, presidente do Conselho Consultivo.

PUBLICIDADE
Anterior Cade aprova fusão Sky-DirecTV, mas impõe restrições
Próximos Governo, empresas e trabalhadores discutem regras para call center