Falta de presidentes das teles e da Senacom suspende audiência sobre qualidade do celular


O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP) suspendeu a audiência pública marcada para esta quarta-feira (19), para debater a qualidade dos serviços de telefonia móvel. O argumento do parlamentar é de que dos sete debatedores convidados, apenas um, o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Maximiliano Martinhão, compareceu.

Os presidentes das companhias de telefonia móvel mandaram representantes, o que desagradou aos parlamentares. Mas foi a falta da representante da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom), do Ministério da Justiça, que mais irritou os deputados, que optaram por adiar o debate, até que os convidados se comprometam a comparecer. A Anatel também mandou um superintendente como represente do presidente João Rezende.

Segundo Tripoli, o tema é da maior importância e ele espera que seja discutido com os convidados, em busca de uma solução definitiva para reduzir o número excessivo de queixas contra a telefonia móvel, que insiste em liderar os rankings de reclamações dos órgãos de defesa do consumidor. “Vamos esperar que os presidentes das celulares se comprometam a comparecer para remarcar a audiência”, afirmou.

Anterior Iniciativas de inclusão digital recebem Prêmio ARede 2014
Próximos Telefónica conclui trial de SDN com múltiplos fornecedores