Falta de pessoal na agência reguladora atrasa LTE na Alemanha


Atrasos na emissão de autorização para construção estão dificultando a implantação das redes LTE na Alemanha, reporta hoje o Financial Times Deutschland. De acordo com estimativas das operadoras, há cerca de 8 mil pedidos de autorização pendentes, feitos pela Deutsche Telekom, pela Vodafone, pela O2e pela E-Plus.

 

O problema é a falta de pessoal para na agência reguladora alemã, a Bundesnetzagentur, e também a necessidade de uma nova plataforma de software para processar os pedidos e os processos.

 

De acordo com as licenças da faixa de 800 MHz para LTE, as operadoras são obrigadas a implantar suas redes, primeiro, em áreas onde há carência dessa infraestrutura. Somente depois podem usar essas frequências nas áreas urbanas. No começo do mês, a Bundesnetzagentur informou que essa obrigação foi atendida em nove, dos 13 estados carentes de infraestrutura.

 

Com as obrigações cumpridas, as operadoras agora querem implantar suas redes nas áreas onde há mais população e maior potencial de mercado.  E de acordo com Jurgen Grutzner, presidente da VATM (associação das operadoras), o atraso nas autorizações, devido a problemas administrativos, gera um ônus econômico pesado para as empresas. (Da redação, com informações do Mobile Business Briefing)

Anterior TIM passa a Vivo na Grande São Paulo
Próximos Minicom conclui primeira versão do plano de desligamento da TV análogica