Falta de energia elétrica atrapalha expansão da rede de banda larga da Telebras


O presidente da Telebras, Caio Bonilha, afirmou hoje, durante audiência pública na Câmara dos Deputados, que a estatal tem enfrentado inúmeras dificuldades para ampliar o backbone da rede de banda larga para o interior do país. Mas disse que, apesar dessas dificuldades, a operadora irá conectar todos os estados da região Norte à internet banda larga, além de ampliar a rede nas demais regiões.

Entre os problemas apontados por Bonilha para a interiorização da rede de banda larga está a carência de oferta de energia elétrica. “Onde não há luz, não há nada”, assinalou o executivo. Segundo ele, as distribuidoras estaduais de energia elétrica não têm infraestrutura onde está sendo contruído o backbone da Telebras e elas estão pedindo até seis meses de prazo para poder entregar a capacidade solicitada.

 

Há também amarras, da lei 8666, que dificultam muito a expansão da rede, explicou Bonilha. Entre elas, o fato de que é preciso lançar uma licitação para instalar um conteiner, já que isto representa obra civil, ou a proibição de a estatal fazer licitação sob a forma de turn key, ou contrato guarda-chuva.

Proposta

 

Segundo o executivo, a Telebras está elaborando uma série de sugestões pontuais de mudanças na lei 8666, que serão encaminhadas ao Ministérios Comunições para remetê-las à comissão do Senado que analisa o projeto de lei.

Anterior Três governos aumentam o ICMS sobre telecomunicações
Próximos Secretário dos EUA diz que monitoramento das comunicações vai continuar