Falco confirma participação da Oi no projeto do satélite brasileiro


O presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, confirmou hoje que investirá no projeto de satélite geoestacionário brasileiro. "Este é um dos compromissos da operadora para a fusão com a Brasil Telecom e nós vamos cumprir todas as condicionantes propostas na anuência prévia", disse. O projeto do satélite geoestacionário brasileiro já está em estudo pelos ministérios …

O presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, confirmou hoje que investirá no projeto de satélite geoestacionário brasileiro. "Este é um dos compromissos da operadora para a fusão com a Brasil Telecom e nós vamos cumprir todas as condicionantes propostas na anuência prévia", disse.

O projeto do satélite geoestacionário brasileiro já está em estudo pelos ministérios do Planejamento e da Ciência e Tecnologia e será construído por meio de Parceria Público-Privada (PPP). Falco disse que já está conversando com as autoridades para viabilizar o apoio da sua operadora.

A expectativa da AEB (Agência Espacial Brasileira), que ficará responsável pelo projeto, é de que o satélite fique pronto em dois anos. O custo avaliado do projeto é de US$ 300 milhões.

Falco esteve hoje na sede do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para reunião rotineira sobre a compra da Brasil Telecom com o presidente do órgão, Athur Badin. Ele disse que a instrução do processo de fusão ainda não foi enviada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), mas espera que tenha tramitação rápida no conselho. "A operação é pró-competição, então não tem porque demorar", disse.

Anterior Cisco estima aumento de 66% no tráfego das redes móveis
Próximos Aplicativo testa velocidades de redes sem fio