facebook-flat-vector-logo-400x400

O Facebook anunciou nesta segunda-feira a suspensão de “cerca de 200” aplicativos de sua plataforma como parte de uma investigação sobre o uso indevido de dados privados de seus usuários.

A investigação começou depois que foi revelado que a consultora Cambridge Analytica se apropriou dos dados de cerca de 87 milhões de usuários da rede social, enquanto trabalhava para a campanha presidencial de Donald Trump em 2016. No Brasil, a Senacom, do Ministério da Justiça, continua a investigar o caso, já que contas de brasileiros também foram violadas. 

O presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou a investigação em 21 de março, quando afirmou que a rede social iria analisar todos os aplicativos que tiveram acesso a grandes quantidades de dados antes da empresa ter reduzido o acesso em 2014. (com agências de notícias).