Facebook quer fazer distinção entre o acesso zero-rating e o Internet.org


freebasics by facebookO Facebook resolveu distinguir o acesso gratuito a aplicativos feitos por desenvolvedores locais de sua iniciativa mundial de inclusão digital, o Internet.org. A partir de hoje, 24, o o app da plataforma de acesso aos programas de terceiros, bem como sua versão em site móvel, se chamará Free Basics by Facebook. O nome Internet.org será usado apenas para se referir ao projeto social de conectar pessoas que não têm acesso nenhum à web.

A nuncio acontece juntamente com o lançamento oficial da plataforma, que estava aberta apenas a desenvolvedores desde maio. São 60 aplicativos acessíveis em todos os 19 países onde há atuação do Internet.org. O usuário deve navegar, no app Freebasics, que se assemelha a uma loja de aplicativos, e selecionar quais serviços deseja usar gratuitamente.

O Internet.org já teria conectado, segundo o Facebook, 1 bilhão de pessoas à internet. A iniciativa prevê levar infraestrutura de conexão a regiões remotas do globo, além de parcerias com operadoras para que usuários atualmente fora da rede consigam navegar apenas por páginas e serviços selecionados. No Brasil, a iniciativa é alvo de polêmica, com movimentos sociais acusando o Facebook de propor uma forma de ferir a neutralidade de rede, com o uso do zero-rating.

Anterior Aumento na tarifa da ligação fixo-móvel irá variar entre 5,5% a 7,2%
Próximos TIM lança app para quem busca emprego

1 Comment

  1. 26 de setembro de 2015

    Facebokk e mt bom