Exportações de TI movimentaram R$ 2,3 bilhões


O mercado brasileiro de serviços offshore movimentou cerca de R$ 2,3 bilhões no ano passado, sendo 93% em serviços de TI e o restante em BPO (Business Process Outsourcing, que é a terceirização de um processo de negócio de uma organização, que normalmente não faz parte de seu core business). Os EUA foram os maiores …

O mercado brasileiro de serviços offshore movimentou cerca de R$ 2,3 bilhões no ano passado, sendo 93% em serviços de TI e o restante em BPO (Business Process Outsourcing, que é a terceirização de um processo de negócio de uma organização, que normalmente não faz parte de seu core business). Os EUA foram os maiores demandantes de offshore outsourcing, com aproximadamente R$ 1,8 bilhão em contratação de serviços. Os dados são de um estudo encomendado pela Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), em conjunto com o governo federal, ao IDC (International Data Corporation). Este levantamento, que avalia especificamente o mercado interno, complementa outro estudo, também divulgado hoje pela Brasscom, que mostra que o Brasil já se tornou um player estratégico no mercado de offshore outsourcing.

O levantamento da IDC indica que os projetos de desenvolvimento de sistemas, manutenção e gerenciamento de infra-estrutura foram os serviços mais exportados pelo Brasil, em 2008, com R$ 876 milhões, R$ 608 milhões e R$ 366 milhões, respectivamente. Já o mercado de BPO offshore respondeu por R$ 150 milhões do total gerado. No setor de serviços de desenvolvimento offshore a receita total foi de R$ 1,65 bilhão, sendo que Cobol e Java lideram a oferta de tecnologia, respondendo por R$ 554 milhões e R$ 345 milhões. (Da redação)

Anterior Estudo aponta crescimento do setor de software no país
Próximos Justiça dá 48 hs para Anatel decidir disputa entre Oi e GVT