Exportações de eletroeletrônicos caem 7,6% em setembro


As exportações de produtos eletroeletrônicos caíram 7,6% em setembro, na comparação com o mesmo mês de 2018, conforme dados compilados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). Ao todo, o país vendeu ao exterior US$ 435,4 milhões. Em 2019, de janeiro a setembro, houve retração de 12,5% das exportações do setor, frente o mesmo período do ano anterior, somando US$ 435,4 milhões.

A maior taxa de retração em setembro foi registrada pela área de informática, que atingiu 52,8%, caindo a US$ 16,2 milhões. Na área de componentes, houve diminuição de 6,6%, com vendas a US$ 197,4 milhões.

O segmento de telecomunicações teve desempenho distinto. As vendas cresceram 74,5%, e somaram US$ 35,2 milhões.

Importações

No mês de setembro de 2019, as importações de produtos elétricos e eletrônicos atingiram US$ 2,74 bilhões,
8,2% acima do mesmo mês do ano anterior (US$ 2,53 bilhões). De janeiro a setembro, as importações cresceram 2,3%, comparadas ao mesmo período de 2018, e somaram US$ 2,7 bilhões.

Com exceção da área de Telecomunicações, cresceram as importações de todas as áreas no mês de setembro. Foram significativos os aumentos nas importações de bens de Informática (+30,5%), Equipamentos Industriais (+24,2%) e Utilidades Domésticas (+22,1%).

As importações de Componentes Elétricos e Eletrônicos somaram US$ 1,54 bilhão, 3,1% acima das verificadas em setembro de 2018 (US$ 1,49 bilhão). Dentre seus principais itens destacaram-se as importações de componentes para telecomunicações (+13%), que atingiram US$ 406 milhões.

O fenômeno indica concentração da produção internamente, em função da alta do câmbio, que tem impacto maior sobre produtos acabados. Por isso, o segmento de Telecomunicações retraiu-se -4,5%, sendo a única área com queda nas importações. O principal destaque foi a redução de 46% nas compras externas de telefones celulares, que recuaram de US$ 21,4 milhões em setembro de 2018, para US$ 11,6 milhões em setembro de 2019, conforme os dados da Abinee.

Anterior Mercado mundial de computadores registra o maior crescimento em 7 anos
Próximos Sobem 3,8% as vendas de equipamentos de informática e comunicação em agosto

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *