Exportações de celulares caem 35%


Os dados da balança comercial de produtos do setor eletroeletrônico que estão sendo finalizados pela Abinee mostram que, em 2009, as exportações de telefones celulares atingiram US$ 1,4 bilhão, o que representa queda de 35% em relação a 2008. Em unidades, a retração foi de 34%, caindo de 25 milhões, em 2008, para 16 milhões, …

Os dados da balança comercial de produtos do setor eletroeletrônico que estão sendo finalizados pela Abinee mostram que, em 2009, as exportações de telefones celulares atingiram US$ 1,4 bilhão, o que representa queda de 35% em relação a 2008. Em unidades, a retração foi de 34%, caindo de 25 milhões, em 2008, para 16 milhões, em 2009. A retração ocorreu em função da crise que afetou o consumo em todo o mundo. Os principais destinos dos celulares foram: Argentina (51% do total exportado), Venezuela (10%), Estados Unidos (8%) e México (5%).

O destaque, em 2009, ficou por conta do crescimento de 374% nas vendas para os Emirados Árabes Unidos (US$ 33 milhões), que passaram a ocupar o oitavo lugar na lista dos principais destinos dos celulares, com participação de aproximadamente 2,4% do total exportado.

Para este ano, a previsão é de que as exportações cheguem a 18 milhões de unidades e o consumo no mercado interno atinja 50 milhões de unidades. Assim, a produção total de celulares neste ano é estimada em 68 milhões de unidades pela Abinee. Já as importações neste ano devem atingir 6 milhões de unidades, contra 4 milhões de aparelhos importados em 2009. (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Samsung lucra 75% a mais e vira a primeira do mundo
Próximos Prazo para emendas ao PL 29 será reaberto na próxima semana