Exclusão digital acentua desigualdade, diz Dilma na abertura da Cebit



Durante discurso de abertura na Feira Internacional das Tecnologias da Informação e das Comunicações, a Cebit, em Hannover, na Alemanha, a presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda (5) que a exclusão digital amplia a desigualdade social, e afirmou que o Brasil optou, nos últimos anos, por universalizar o acesso à tecnologia.

Ao lado da chanceler alemã Angela Merkel, a presidente brasileira destacou também a ascensão à classe média de camadas da população que antes viviam na pobreza, e destacou a importância desta mobilidade social e seu impacto no uso das tecnologias. Quanto à implantação da telefonia móvel de quarta geração, ela disse que as operações nessa faixa começam já em 2013 nas sedes da Copa de 2014.

O Brasil é parceiro na organização da Cebit este ano, e sua delegação conta com mais de 130 empresas, instituições privadas e governamentais, tais como a Stefanini (que oferece soluções de TI), a Softex (Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro), e o CPqD. (Fonte: Agências internacionais)

Anterior Embratel anuncia rede de última geração para o mercado corporativo
Próximos Demitidos da Nokia Siemens já trabalham na Telemont e Serede