Europa poderá ter internet com duas velocidades, diz jornal


O jornal britânico Financial Times informou neste terça, 3, que documento da Comunidade Europeia a que teve acesso estaria propondo o estabelecimento do princípio da neutralidade da rede para a Internet, mas iria autorizar as operadoras de telecomunicações a gerenciar o tráfego de maneira a assegurar mais eficiência da rede. Os provedores de rede seriam autorizados a oferecer “duas velocidades” de rede. Esta proposta, assinala o jornal, abriria uma divisão “transatlântica” com a regulação recentemente aprovada pelos Estados Unidos.

Conforme o periódico, uma decisão final sobre a regulação de telecom está sendo aguardada para este ano, embora ainda não tenha sido firmado qualquer acordo entre o Parlamento Europeu – que trabalha pela aprovação da neutralidade da rede nos moldes brasileiros e norte-americanos- e os integrantes da Comissão Europeia (que representa os governos).

Se prevalecer esta proposta, a Europa se distanciará bastante dos Estados Unidos,( que, em decisão da FCC da semana passada, proibiu que as operadoras de telecom cobrassem diferentes tarifas pelo conteúdo transmitido). A FCC decidiu classificar a banda larga como rede pública, proibindo as operadoras de bloquear o tráfego. AT&T e Verizon avisaram que vão à justiça contra a agência reguladora norte-americana.

Ontem, no MWC, o chairman da FCC, Tom Wheeler, defendeu a necessidade de a “mais poderosa plataforma” ter um árbitro.

Anterior PSDB fica com CCT e DEM com Defesa do Consumidor da Câmara
Próximos Investimento em nuvem pública crescerá 153% em 3 anos na América Latina