Estudo aponta aumento de interesse em uso de BYOD por empresas


Possibilitar que o funcionário utilize equipamentos eletrônicos pessoais para fins corporativos é intenção de 48% das companhias nos próximos dois anos. A informação consta de estudo elaborado pela Associação Brasileira de ebusiness (ebusiness Brasil) sobre as tendências do BYOD (Bring Your Own Device), com base em pesquisa aplicada em mais de 200 líderes da área, entre diretores e  gerentes.

De acordo com o estudo,  39% dos entrevistados já trabalham com a prática, enquanto outros 28% estudam a possibilidade.  Dentre os benefícios apontados pelos profissionais está  principalmente a mobilidade com 76% das respostas, além da liberdade na decisão do usuário em escolher o dispositivo (44%) e a redução de custos com dispositivos (42%). Outros 38% admitiram o aumento na produtividade dos funcionários.

Contudo, 69% das pessoas afirmaram que esta utilização ainda apresenta certa resistência, já que põe em risco a segurança dos dados. Outros aspectos como a estrutura de TI em atender os requisitos e até mesmo a segurança física dos equipamentos foram citados como possíveis obstáculos nos investimentos.

A análise apontou que a decisão de adoação do BYOD sofre pouca influência das áreas jurídicas e de Recusos Humanos (RH). Apenas 30% disseram ter alinhado a iniciativa da prática com estas áreas. Além de que, a área de TI não costuma gerenciar a nova tendência. Foi o que afirmou 49% dos entrevistados e apenas 34% disseram focar o gerenciamento somente na informação de dados como e-mails, documentos e afins.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Acaba hoje a consulta pública sobre Metodologia de Avaliação de Replicabilidade
Próximos Nokia volta a apresentar lucro no 4º trimestre de 2012