Estrategista da AT&T confirma interesse na América Latina


John Stankey, chief strategy officer da AT&T, afirmou em uma conferência, nos Estados Unidos, que a AT&T está de olho nas oportunidades que aparecem no México e no restante da América Latina.

“Se não estivéssemos olhando para o México e para a América Latina de modo amplo, procurando oportunidades de aprofundar o retorno como acionistas e começando a diversificar nossas fontes de recursos, acho que estaríamos dormindo ao volante”, disse, segundo reportagem da Bloomberg.

O estrategista falou que a proximidade dos Estados Unidos com o México, a experiência da empresa em outros países da América Latina, e reformas legais tornaram a região mais atrativa. “Se você parar para analisar o México, verá que o país está propenso a entrar em um incrível ciclo de crescimento”, teria afirmado.

A AT&T é forte candidata a adquirir ativos da América Móvil no México. A empresa de Carlos Slim deve diminuir seu domínio no mercado local, ou sofrerá fortes sanções governamentais. A decisão foi vender ativos, embora, oficialmente, nenhum comprador tenha sido anunciado, nem quais ativos estariam disponíveis.

A AT&T também aguarda decisão das autoridades norte-americanas sobre a aquisição da DirecTV. Se a compra for autorizada, a operadora passará a ser dona da Sky no Brasil. A Sky, por sua vez, possui frequências 4G no Brasil, que poderiam ser utilizadas para a entrada da operadora no país. (Com agências internacionais)

Anterior Anatel rejeita pedidos de impugnação ao edital de 700 MHz
Próximos Em análise de recurso da Claro contra Nextel Anatel sinaliza que vai rever regras do roaming