Estatal cria nova diretoria e nomeia três conselheiros


O engenheiro em telecomunicações Caio Bonilha foi indicado, nesta sexta-feira (15), para assumir a diretoria Comercial da Telebrás, que foi criada também hoje. A função do novo diretor será concretizar a venda de capacidade da rede de fibras ópticas da estatal para viabilizar a disseminação de conexões à internet em banda larga a preços mais baixos dos praticados atualmente no mercado. Bonilha acompanhou de perto a elaboração do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), como consultor contratado pelo governo.

Além do novo diretor, o Conselho de Administração da estatal nomeou ainda “ad referendum” três conselheiros: o advogado Marcelo de Siqueira Freitas, por indicação do Ministério do Planejamento; o economista Carlos Alberto Afonso e o engenheiro elétrico Demi Getschko, ambos indicados pelo Ministério das Comunicações. Todos com mandato até agosto de 2012.

Marcelo de Siqueira é procurador-geral federal da Advocacia Geral da União (AGU) e substitui Dennis Santanna de Barros, que também foi indicado pelo Ministério do Planejamento. Carlos Afonso, doutor em Pensamento Social e Político, é diretor de planejamento e estratégias da Rede de Informações para o Terceiro Setor (RITS). Enquanto Demi Getschko é diretor-presidente do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br). Esses dois últimos são pioneiros da internet no país e são conselheiros independentes.

A criação da Diretoria Comercial e as nomeações do diretor e dos conselheiros terão que ser referendadas em Assembléia Geral de Acionistas da Telebrás, prevista para acontecer na primeira quinzena de novembro.

Anterior Conselho de Administração da Telebrás aprova redução do número de ações
Próximos Conselho aprova aumento de capital da Telebrás