Estados apresentam projetos de CT&I no INOVATic Nordeste


Salvador, 26 – Considerada uma região com números abaixo da média nacional no campo da banda larga, estados do Nordeste estão se movimentando para assegurar conectividade para seus habitantes. A Bahia, antes de qualquer plano, vai promover a segunda conferência de CT&I ainda este ano, como informou a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação do estado, Adélia Pinheiro. O resultado desse encontro, que reunirá todos os interessados, vai nortear as políticas públicas no setor.

Adélia Pinheiro participou, nesta quinta-feira, 26, do INOVATic Nordeste & ISP Business, promovido pela Momento Editorial e Bit Social, que se realiza até amanhã, em Salvador. Segundo a secretária, nos próximos dias, o estado vai inaugurar o Living Lab, estrutura que experimentará e testará soluções para cidades inteligentes.

O estado do Maranhão, um dos menos conectados, vai lançar, nos próximos dias, um edital para parceria público-privada para conectar 100 municípios – os 70 maiores e os 30 com IDH mais baixos, como informou Antônio Nunes, secretário de Negócios do governo do Estado. O Internet para Todos prevê a construção de rede de 6,7 mil  km de fibra óptica, que será explorada pelo vencedor por 30 anos.

PUBLICIDADE

O Ceará, com a CitiNova, fundação que  promove as ações de C,T&I na capital do estado. O presidente da fundação disse que um dos focos é ofertar Wi-Fi público para a população.

Anterior Padtec fortalece presença no Nordeste com Centro de Treinamento
Próximos Oi testa 5G durante o Rock in Rio