A Ericsson, que tem cercas de 117 mil empregados em todo o mundo, inclusive no Brasil, anunciou hoje que pretende fazer economia de US$ 1,2 bilhão até 2017, e que esta economia prevê também o corte de postos de trabalho.

Embora a empresa não tenha divulgado o número das demissões, pretende fazer metade da economia no Opex (custos operacionais) e a outra metade nos custos de vendas.